Cabeçalho da página

EDUCAÇÃO PATRIMONIAL E ARQUEOLOGIA: ALGUNS ASPECTOS DESTA INTERFACE

Carla Gilbertoni Carneiro

Resumo

O objetivo deste artigo é apresentar reflexões sobre aspectos relacionados à socialização do patrimônio arqueológico. Dentre os vários caminhos possíveis para o desenvolvimento de ações que buscam a aproximação da sociedade com seus bens patrimoniais, há uma preponderância das consideradas do âmbito da educação patrimonial. As reflexões aqui propostas, apoiadas em diferentes experiências realizadas no contexto amazônico, visam problematizar essa relação, evidenciando a necessidade de interfaces com outras esferas do conhecimento, especialmente com as discussões acerca da categoria de pensamento patrimônio.

Palavras-chave: Educação patrimonial, patrimônio, socialização


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/amazonica.v6i2.1876



 © As/os autoras/es que publicam na Amazônica Revista de Antropologia (ARA) retêm os direitos autorais e morais de seu trabalho, licenciando-o sob a Licença Creative Commons Atribuição-SemDerivação Works 3.0 Brasil que permite que os artigos sejam reutilizados e redistribuídos sem restrições, desde que o trabalho original seja citado corretamente.

Gerencia do Portal:

Luciléia Silva

Email: lucileia@ufpa.br

 

Creative Commons License
Amazônica - Revista de Antropologia da Universidade Federal do Pará é licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-SemDerivação Works 3.0 Brasil.

This is an open-access website under the terms of the Creative Commons Attribution-NoDerivatives License.
Based on a work at www.periodicos.ufpa.br.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.periodicos.ufpa.br/index.php/amazonica.