Cabeçalho da página

CONCEPÇÕES SOBRE OS INSETOS NA LITERATURA DE CORDEL: ESTREITANDO OS LAÇOS ENTRE O CULTURAL E O CIENTÍFICO

Anderson Eduardo-Santos, Jean Carlos Santos

Resumo

Apesar de sua grande importância científica, econômica e epidemiológica, a maioria dos insetos é vista sob uma perspectiva especista, na qual o valor desses animais é medido pelos benefícios ou prejuízos que causam aos humanos. Sabendo disso, o presente estudo teve como principais objetivos analisar as concepções sobre insetos de poetas populares em folhetos de cordéis e avaliar o potencial didático dos folhetos para conteúdos relacionados aos insetos. Para tanto, foi selecionado um corpus de cordéis disponíveis no acervo online da Fundação Casa de Rui Barbosa. Os resultados aqui encontrados demonstram que a ideia de insetos como algo negativo é compartilhada nos folhetos. No entanto, a própria Literatura de Cordel apresenta-se como uma boa alternativa para mudar esse quadro, pois os folhetos também trazem o conhecimento etnobiológico dos autores que pode fazer a aproximação entre cultura e ciência, além de servir como fonte de informação sobre o grupo.


Palavras-chave

Entomologia; Cultura; Poesia Popular; Etnobiologia; Ensino de Ciências


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/ethnoscientia.v5i1.10289

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Ethnoscientia

             

ISSN 2448-1998