Complexitas – Revista de Estudos Interdisciplinares, Fenomenológicos e Hermenêutico

A TEMÁTICA DAS ENTRADAS E BANDEIRAS NOS CURRÍCULOS ESCOLARES

Andressa da Silva Gonçalves

Resumo

Este trabalho tem como finalidade discutir a construção do espaço curricular destinado a temática bandeirante. Desde a proclamação da República a figura bandeirante foi largamente utilizada em discursos oficiais ou de oposição para dar credibilidade através da memória a diversos grupos políticos. Buscamos resgatar tais momentos históricos privilegiados na produção do discurso bandeirista, assim como verificar a presença desta memória criada ao longo do século XX nos currículos estaduais. Percebemos a presença da temática em grande parte dos programas estaduais, inclusive no Pará, revelando a permanência da memória bandeirante, que persiste até nossos dias.


Palavras-chave

Currículo Escolar; Memória; Temática Bandeirante


Texto completo:

PDF

Referências


BAKHTIN, Mikhail. Marxismo e filosofia da linguagem. Rússia: HUCITEC, 2006.

CAPELATO, Maria Helena. O movimento de 1932. 1º edição. São Paulo: Brasiliense, 1981.

CHATIER, Roger. A história Cultural- Entre práticas e representações. Portugal: DIFEL, 2002.

FERRETI, Danilo José Zioni. A construção da paulistanidade. Identidade, historiografia e política em São Paulo (1856-1930). Tese (Doutorado em história social) – Departamento de história, Universidade de São Paulo. São Paulo, 2004.

GOODSON, Ivor. A construção social do currículo. Lisboa: Educa, 1997.

LE GOFF, Jacques. História e Memória. Tradução de Irene Ferreira, Bernardo Leitão e Suzana Ferreira Borges. Campinas, São Paulo: UNICAMP, 1996.

LOSSO, Tiago Bahia. Estado e democracia no discurso oficial do Estado Novo. Política & Sociedade, v. 7, p. 95-117, 2008.

PACHECO, Manuel. Heróis nos livros didáticos: bandeirantes paulistas. 1. ed. Dourados: Ed. UFGD, 2011.

RAHME, Ana Maria. Configurações Paulistas: operando a saga bandeirante. Revista ARA, v. 5, n. 5, p. 77-108, 2018.

RODRIGUES, Georgete Medleg. Ideologia, propaganda e imaginário social na construção de Brasília (1956-1960). Dissertação (Mestrado em história) – Instituto de Ciências Humanas, Universidade de Brasília. Brasília, 1990.




DOI: http://dx.doi.org/10.18542/complexitas.v4i1.8041



Direitos autorais 2020 Complexitas – Revista de Filosofia Temática

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Licença Creative Commons
Complexitas - Revista de Estudos Interdisciplinares, Fenomenológicos e Hermenêuticos. ISSN:2525-4154 (online) - Email:revistacomplexitas@gmail.com. Está obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.