Cabeçalho da página

“Ver, Ser Vista e Deixar Ser Vista”: aspectos das relações dialéticas entre as pinturas rupestres de Caiapônia

Pascale Binant, Sibeli A. Viana, Alfredo Palau Penã

Resumo

Este artigo tem o objetivo de apresentar os resultados da retomada dos estudos das pinturas rupestres na região arqueológica de Caiapônia, localizada na região sudoeste do Estado de Goiás, município de Palestina de Goiás. As pesquisas na região têm seu primeiro momento entre fins da década de 1970 e início de 1980, realizadas pela equipe de P. I. Schmitz. A partir de 2009, uma nova fase de estudos se instaura, delineando o atual processo investigativo, que repousa no estudo de aspectos de relações dialéticas entre as manifestações rupestres de Caiapônia a partir da distribuição espacial dos abrigos pintados no território, do posicionamento das pinturas nos abrigos e da relação que elas estabelecem entre si.


Texto completo:

PDFV10N1


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/amazonica.v10i1.5860



 © As/os autoras/es que publicam na Amazônica Revista de Antropologia (ARA) retêm os direitos autorais e morais de seu trabalho, licenciando-o sob a Licença Creative Commons Atribuição-No Derivative Works 3.0 Brasil que permite que os artigos sejam reutilizados e redistribuídos sem restrições, desde que o trabalho original seja citado corretamente.

Gerencia do Portal:

Luciléia Silva

Email: lucileia@ufpa.br

 

Creative Commons License
Amazônica - Revista de Antropologia da Universidade Federal do Pará é licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-No Derivative Works 3.0 Brasil.

This is an open-access website under the terms of the Creative Commons Attribution Non-Comercial License.
Based on a work at www.periodicos.ufpa.br.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.periodicos.ufpa.br/index.php/amazonica.