REBAC - Revista Brasileira de Análise do Comportamento, Vol. 2, No 2 (2006)

ANÁLISE DE COMPORTAMENTOS DE MÃES QUE ACOMPANHAM SEUS FILHOS DURANTE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO

Antônio Bento A. De Moraes, Áderson L. Costa Júnior, Laura M. Tomita, Gustavo S. Rolim

Resumo


O objetivo deste trabalho foi descrever e analisar os comportamentos de dez mães durante sessões seqüenciais de atendimento odontológico de seus filhos. Todas as sessões foram filmadas em videoteipe com marcas sonoras a cada 15 segundos, indicando os momentos em que foram efetuados os registros dos comportamentos. Um mapeamento geral do repertório de comportamentos permitiu apontar padrões comuns a todas as participantes e padrões específicos, indicadores de maior ansiedade de algumas participantes. Proporcionalmente, o procedimento de anestesia injetável evocou maior freqüência de comportamentos indicadores de fuga e/ou esquiva das mães. Os resultados permitem levantar a hipótese de que o cirurgião-dentista, atento aos comportamentos de pais e acompanhantes de crianças, pode adotar estratégias que reduzam a ansiedade dos pais, aumentando a freqüência de comportamentos colaborativos das crianças com o tratamento. Palavras-chave: comportamentos de mães; ansiedade em odontologia; análise de comportamentos; odontopediatria.

Texto Completo: PDF