Cabeçalho da página

Limites e condicionantes à expansão da sojicultura na Amazônia

Índio Campos

Resumo

Tornou-se quase consensual que a expansão do cultivo da soja representa uma grande ameaça à floresta amazônica. Todavia, estas análises carecem de embasamento empírico, podendo inclusive acobertar os verdadeiros “vilões” do desmatamento. Este trabalho analisa a expansão recente da sojicultura no Brasil, sob a lupa da econometria espacial. Dado que os elevados riscos inerentes à cultura da soja recaem exclusivamente sobre aos produtores diretos, em meio a um mercado de grãos estruturado em torno de grandes “tradings” internacionais, constata-se que o cultivo da soja só se viabiliza sob condições ótimas de: solos planos e profundos; clima regular, com regime de chuvas bem definido; infraestrutura de transporte acessível; e financiamento da produção. Condições estas que se resumem a parcas áreas da região amazônica, mormente nas manchas de cerrado. Pecuária e exploração madeireira seguem sendo os grandes responsáveis pelo desmatamento


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5801/ncn.v15i2.973

Flag Counter

Print ISSN: 1516-6481 – Eletrônica ISSN: 2179-7536