Cabeçalho da página

Os ambientes, a pesca e a gestão das pescarias da piramutaba (Brachyplatystoma vaillantii) no Estuário Amazônico-PA

Márcia Melo Ramos, Henrique dos Santos Pereira

Resumo

Este estudo tem como objetivo identificar os ambientes, a intensidade da sua produção e a gestão no Estuário Amazônico. As informações utilizadas neste trabalho foram obtidas a partir de pesquisas bibliográfi cas e questionários aplicados aos atores da pesca. Os resultados mostraram que a piramutaba é explorada tanto pela pesca artesanal quanto industrial na área do Estuário Amazônico. A produção das pescarias na área atingiu 16.063,50 toneladas em 1999, caiu para 12.010,00 toneladas no ano seguinte e atingiu o pico de produção de 24.701,00 toneladas em 2006. A análise da tendência da produção conforme a avaliação dos atores da pesca indica diminuição dos estoques nos últimos 10 anos e que a perspectivas futuras para a produção das pescarias artesanais e industriais apontam que haverá diminuição dos desembarques na área do Estuário.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5801/ncn.v14i1.601

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Flag Counter

Print ISSN: 1516-6481 – Eletrônica ISSN: 2179-7536