Cabeçalho da página

Mythos e techne: a função intercultural do território na África subsaariana

Angelo Turco

Resumo

O simbolismo territorial na África subsaariana implica em pensarmos múltiplas formas de conhecimento. Especificamente, o significado territorial é alimentado pela crença no mágico e no sagrado e pelo conhecimento baseado na observação empírica e práticas concretas. Esses dois tipos de conhecimento são bastante distintos pela sua natureza, pelos modos sob quais são formados e pelos valores culturais que abrangem. No entanto, a interação semântica entre o conhecimento técnico e o mitológico é extremamente rica. Ao tornarmos menos nítidas as diferenças entre mythos e techne, tal interação semântica passa a constituir um importante instrumento cultural para a construção de sentimentos de segurança social, no sentido de reforçar e estabilizar modelos sócio-geográficos e, mais especificamente, modelos que regulam o acesso ao espaço e aos recursos naturais.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5801/ncn.v9i1.56

Flag Counter

Print ISSN: 1516-6481 – Eletrônica ISSN: 2179-7536