Cabeçalho da página

O abastecimento no século XVIII no Grão Pará: Macapá e vilas circunvizinhas

Nírvia Ravena

Resumo

Através da análise do abastecimento em vilas e aldeias do Pará no período colonial, este artigo busca evidenciar a autonomia e a produtividade das populações situadas na área geográfica compreendida pela região setentrional da Amazônia.. São José do Macapá e as vilas circunvizinhas são consideradas áreas piloto para desenvolvimento da política pombalina de colonização, essas populações de colonos, diferentemente do que foi interpretado, buscaram no nível local a solução para os problemas originados pela política metropolitana. As demandas por mão-de-obra indígena, a sedução pelos lucros das mercadorias que compunham o rol das “drogas do sertão” e a construção da Fortificação de São José do Macapá, direcionaram todos os esforços e gêneros de consumo para o atendimento da política metropolitana em detrimento do objetivo apresentado como motivação para o deslocamento dos colonos portugueses.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5801/ncn.v8i2.55

Flag Counter

Print ISSN: 1516-6481 – Eletrônica ISSN: 2179-7536