Cabeçalho da página

Cidade de Belém e natureza: uma relação problemática?

Violeta Refkalefsky Loureiro, Estêvão José da Silva Barbosa

Resumo

Belém vem perdendo, de forma incessante e rápida, o seu verde urbano. Essa perda apresenta características singulares, quando comparada a que outras cidades brasileiras igualmente sofrem face ao processo de especulação urbana e à ocupação desordenada do solo. Na cidade das mangueiras, são justamente elas, as mangueiras – tombadas pelo Patrimônio como bem de uso comum e preservação permanente – as espécies que padecem maiores danos, descaracterizando a cidade como tal. Além disso, diferentemente de outras capitais, onde a iniciativa privada tem sido responsável pela maior parte dos danos ambientais, em Belém, as ações e omissões do poder público em relação à cidade, respondem mais gravemente que o setor privado, pela deterioração da paisagem urbana, seja no que concerne ao verde, seja no que diz respeito às águas internas da cidade.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5801/ncn.v13i1.449

Flag Counter

Print ISSN: 1516-6481 – Eletrônica ISSN: 2179-7536