Cabeçalho da página

Crise mundial e reestruturação produtiva: algumas questões de ordem teórica

Alex Fiúza de Mello

Resumo

A crise do padrão de acumulação que sustentou o crescimento intensivo capitalista desde o pós-guerra até a virada dos anos 70 tem suscitado, ao longo das últimas décadas, inúmeros esforços teóricos para compreender/explicar as causas histórico/sociológicas (econômico/ políticas) presentes na raiz de todo este processo. O presente trabalho propõe-se levantar algumas questões de ordem teórica mais geral, atentando para o fato de que a nova crise, que é também uma crise de acumulação, ocorre no contexto de um capitalismo de bases produtivoinstitucionais já globalizadas, o que exige novos desenvolvimentos teóricos e novas abordagens para o que tem sido denominado “nova reestruturação produtiva”.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5801/ncn.v7i1.34

Flag Counter

Print ISSN: 1516-6481 – Eletrônica ISSN: 2179-7536