Cabeçalho da página

O mecanismo de desenvolvimento limpo como mitigador do aquecimento global e a participação do Brasil

Raimundo Garcia Cota, Maria Aparecida Martins Cardoso Reis, Lorena Alves do Vale

Resumo

Este estudo, de relevância econômicoambiental, parte do problema do aquecimento global para analisar o Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL) como uma ferramenta capaz de contribuir para a mitigação dos gases de efeito estufa (GEE) por meio do cumprimento de metas de redução de emissões pré-estabelecidas pelo Protocolo de Quioto. Examina-se e participação do Brasil como país hospedeiro dos projetos do MDL. Assim, verifica-se se os termos que consubstanciam o MDL estão de acordo com o desenvolvimento sustentável, de forma a não permitir, aos países desenvolvidos, o direito de poluir. Adota-se o método histórico-descritivo, tomando-se por base uma pesquisa bibliográfica, documental e telematizada. Conclui-se que, embora a implementação do MDL diminua o custo global de redução de emissões de gases estufa pelos países desenvolvidos e apóie iniciativas que promovam o desenvolvimento sustentável, a falta de maior


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5801/ncn.v12i1.284

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Flag Counter

Print ISSN: 1516-6481 – Eletrônica ISSN: 2179-7536