Cabeçalho da página

L’indication géographique, un instrument de pérennisation des productions localisées en Amazonie? Le cas de la farine de manioc de Cruzeiro do Sul (Acre, Brésil).

Mauro Almeida, Manuela Carneiro da Cunha, Ludivine Eloy, Laure Emperaire, Esther Katz, Jane Simoni, Roberta Rizzi, Juliana Santilli, Lúcia van Velthem

Resumo

A criação da Reserva Extrativista do Alto Juruá em 1990 suscitou um programa de pesquisas associando ciências humanas e ciências biológicas. Como questão de fundo, a responsabilidade das populações locais com a gestão do território. Esta pesquisa constituiu o ponto de encontro com outro programa sobre a gestão da diversidade agrícola. Tratava-se em particular de compreender a aplicação de instrumentos de valorização de produção localizada, e como interferiam com as normas, as percepções e os conhecimentos locais sobre esses mesmos produtos e saber qual  era seu impacto sobre a biodiversidade.


Texto completo:

PDF (Français (Canada))


DOI: http://dx.doi.org/10.5801/ncn.v12i1.282

Flag Counter

Print ISSN: 1516-6481 – Eletrônica ISSN: 2179-7536