Cabeçalho da página

Was Marx right after all? A Critical Analysis of the Global Financial Crisis

Elmar Altvater

Resumo

A crise na qual nos encontramos em 2009 foi, de certa forma, um pouco antecipada; talvez não devesse ter sido antecipada, dada a consternação geral e instabilidade nos terríveis prejuízos que até recentemente ninguém acreditava que poderiam passar pelos parlamentos e burocracias governamentais, não somente na Alemanha como também em outros países da Europa, e até mesmo na China.

Sem dúvida: as perdas financeiras devido à crise são substanciais. Porém, comparado a outros fenômenos de crise, este não deverá ser o pior por vir. Somos confrontados com uma crise de energia, que no momento é de interesse menor, visto que, devido à queda na demanda geral, há uma queda correspondente na demanda por energia e, portanto, o preço do petróleo está caindo. Provavelmente, este será um fenômeno a curto-prazo, antes que o preço do petróleo se recupere novamente e a crise energética ganhe força. As limitações dos recursos de energias fósseis armazenados na crosta terrestre são um fato imutável, tornado-se necessária a preparação para se usar, num futuro próximo, recursos de energias não fósseis.


Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5801/ncn.v12i1.279

Flag Counter

Print ISSN: 1516-6481 – Eletrônica ISSN: 2179-7536