Cabeçalho da página

Subjetividade na cidade: uma análise da modernidade na obra poética de Mário Quintana

Priscila Viana Alves, Elis de Araújo Miranda

Resumo

O artigo discute a cidade no advento da modernidade e o fenômeno da rua como espaço privilegiado de constituição do lugar. Na cidade moderna a experiência foi abolida pela lógica mercadológica do capitalismo, deste modo não há tempo para vivenciar o espaço urbano e fazer deste um lugar. Assim, a arte, sobremodo a literatura, consiste em um poderoso meio para a experimentação do espaço, o que será evidenciado na obra poética de Mário Quintana.


Palavras-chave

Cidade; Modernidade; Literatura; Lugar; Mário Quintana


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5801/ncn.v19i3.2538

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Flag Counter

Print ISSN: 1516-6481 – Eletrônica ISSN: 2179-7536