Cabeçalho da página

Preferências e tabus alimentares no consumo de pescado em Santarém, Brasil

Tony Marcos Porto Braga, Adrielly Alves da Silva, George Henrique Rebêlo

Resumo

Foi registrado o uso de recursos pesqueiros pelos moradores da cidade de Santarém-PA, no baixo rio Amazonas, e analisados os aspectos associados à evitação ou ao incremento de seu consumo. Os dados foram coletados mensalmente nos mercados e feiras, mediante a aplicação de questionários semiestruturados junto a consumidores e comerciantes de pescado, entre agosto de 2013 e julho de 2014. Os dados foram armazenados em um banco de dados relacionais e submetidos à estatística descritiva. O peixe foi o principal produto adquirido e comercializado (80% dos entrevistados). Atualmente, preferem o tambaqui e o tucunaré – e não o acari e a pescada, que eram os preferidos antigamente. O tabu tradicional contra o consumo de peixes lisos ainda existe, mas algumas espécies que antes não eram consumidas ou pouco consumidas estão sendo aceitas e encontradas nos mercados.


Palavras-chave

Recursos pesqueiros; preferências alimentares; Amazônia; tabus.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5801/ncn.v19i3.2528

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Flag Counter

Print ISSN: 1516-6481 – Eletrônica ISSN: 2179-7536