Cabeçalho da página

Pesca e influências territoriais em rios da Amazônia

Christian Nunes da Silva, João Marcio Palheta da Silva, Clay Anderson Nunes Chagas, Franciney Carvalho da Ponte

Resumo

Em diversas comunidades ribeirinhas que habitam as margens dos rios da Amazônia paraense a extração dos recursos pesqueiros é a principal fonte de renda e de obtenção de alimentos (SILVA, 2006; 2008; SILVA et al, 2011). Sendo que nesse tipo de atividade a pesca artesanal tem papel principal, haja vista a abundância de pescado que pode ser capturado nos rios amazônicos. Para que o pescado seja extraído são utilizados diversos apetrechos e embarcações que facilitam a atividade extrativa pelos pescadores artesanais. Este trabalho tem por objetivo demonstrar a utilização do conceito de território e sua aplicabilidade em um ambiente de rio, enfatizando como se dá a territorialidade dos pescadores, segundo a utilização de instrumentos de pesca. Para esta análise, deve-se perceber que a questão da territorialidade mostra-se interligada ao recurso pesqueiro, haja vista a influência dos recursos na formação das territorialidades humanas, pois os hábitos, costumes e, no caso aqui mais enfocado, as técnicas e tecnologias, influem diretamente nos territórios ocupados pelos pescadores, formando suas diversas territorialidades.


Palavras-chave

Território e Territorialidades, Apetrechos, Amazônia Paraense.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5801/ncn.v19i1.2484


Flag Counter

Print ISSN: 1516-6481 – Eletrônica ISSN: 2179-7536