Cabeçalho da página

Aspectos históricos relacionados à adoção de práticas agroecológicas: análise retrospectiva no Oeste maranhense

Xoán Carlos Sánchez Couto, Lívia de Freitas Navegantes Alves

Resumo

As transformações técnicas dos sistemas de produção originam-se nas decisões dos agricultores. Porém ainda não são bem entendidos os elementos considerados pelos agricultores para decidir pela adesão às práticas agroecológicas. Neste trabalho, buscamos compreender as motivações dos agricultores familiares do Oeste maranhense para fazeremvsuas escolhas produtivas e tecnológicas, entendendo que fatores históricos foram decisivos para a diferenciação dos sistemas de produção, que fizeram com que alguns tivessem possibilidade de aderir às práticas agroecológicas e outros não. Através da análise retrospectiva, identificamos dois vetores de transformação que contribuem para que os agricultores deem respostas diferentes às mesmas influências. Variáveis externas, como disponibilidade de crédito, capacitação e agroindústrias; e decisões familiares, como beneficiar localmente a produção, introduzir gado ou culturas permanentes, influenciam no percurso dessas propriedades. Quando se criam grupos de interesse em agroecologia, cria-se um ambiente em que os camponeses sentem-se mais confiantes para testarem as práticas agroecológicas propostas.


Palavras-chave

Tipologia; enfoque sistêmico; campesinato; entrevista retrospectiva; trajetória.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5801/ncn.v19i1.2282

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Flag Counter

Print ISSN: 1516-6481 – Eletrônica ISSN: 2179-7536