Cabeçalho da página

Conexões, apropriações e exclusões no discurso do desenvolvimento territorial no Brasil

Jose Renato Sant'Anna Porto

Resumo

Este artigo tem por objetivo propor uma organização dos discursos e narrativas que influenciaram as políticas públicas de desenvolvimento territorial, e busca identificar alguns dos principais debates que desencadeiam conotações específicas e significados particulares às ideias de “território” e “desenvolvimento territorial” no Brasil. Nesse sentido, a opção escolhida foi sistematizar e organizar a vasta bibliografia existente sobre o tema, buscando identificar as principais abordagens e conceitos que influenciaram essas políticas públicas, bem como perceber a maneira como outros temas vão sendo progressivamente acoplados e ordenados ao longo do tempo. O intuito principal aqui é iniciar o mapeamento das formas como o discurso do “território” nas políticas públicas de desenvolvimento rural vai ganhando corpo e se tornando uma ideia que ordena e articula atores sociais, ao estabeler determinados princípios de interação, comunicação e ação. Ao mesmo tempo, procurarei também observar e discutir o “outro lado” deste mesmo processo, em que, ao meu ver, a política territorial seria parte de um processo histórico de mais longa data, que tem como um de seus efeitos a reificação da categoria “agricultura familiar” e a obstacularização (ou substituição) do debate sobre questões agrárias e fundiárias no escopo das ações e políticas governamentais para o rural.


Palavras-chave

desenvolvimento territorial; discursos; terra


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5801/ncn.v18i1.2080

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Flag Counter

Print ISSN: 1516-6481 – Eletrônica ISSN: 2179-7536