Cabeçalho da página

A construção da representação política do Movimento dos Sem Terra na Bahia: uma experiência no fio da navalha

Fabya dos Reis Santos

Resumo

Proponho discutir neste artigo alguns aspectos da experiência do MST na Bahia entre 1987 – 2011, de construção da participação dos seus membros, nos espaços de representação política institucional (executivo e legislativo) e as implicações dessa participação para o processo de “democratização” da política na Bahia e no Brasil. A discussão está lastreada nas análises conclusivas da tese defendida em 2012 em Ciências Sociais na Universidade Federal de Campina Grande-UFCG.


Palavras-chave

MST, representação política


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5801/ncn.v18i1.2073

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Flag Counter

Print ISSN: 1516-6481 – Eletrônica ISSN: 2179-7536