Cabeçalho da página

A principal artéria fluvial da Amazônia brasileira como nodal do transporte rodoviário de carga

Daniel Monteiro Huertas

Resumo

Em análise estruturada a partir da teoria do espaço geográfico, este artigo pretende demonstrar as peculiaridades e dinâmicas territorias que corroboram a inserção do eixo nodal Manaus-Belémcomo uma das centralidades da rede geográfica do transporte rodoviário de carga, cuja configuração territorial é composta por linhas e nodais que em seu conjunto expressam a organização e estruturação desta atividade na formação socioespacial brasileira e evidenciam um processo de seletividade espacial que privilegiou certos pontos e áreas em detrimento de outros, demarcado pela concentração e atuação de seus agentes.


Palavras-chave

Amazônia, transporte rodoviário de carga, circulação, nodal e seletividade espacial


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5801/ncn.v17i2.1597

Flag Counter

Print ISSN: 1516-6481 – Eletrônica ISSN: 2179-7536