Cabeçalho da página

RIBEIRO, Nelson de Figueiredo. A questão geopolítica da Amazônia: da soberania difusa a soberania restrita. Belém: EDUFPA, 2006, 417 p. ISBN 85-247-0337-7 - DOI: 10.5801/ncn.v16i1.1202

Alberto Teixeira da Silva, Paulo Roberto de Sena Júnior

Resumo

http://dx.doi.org/10.5801/ncn.v16i1.1202 

No limiar do século XXI, a Amazônia como fronteira periférica do capitalismo contemporâneo, tornou-se espaço territorial estratégico pelos estoques de biodiversidade, abundância de recursos hídricos e serviços climáticos indispensáveis para a manutenção do equilíbrio planetário, colocando em pauta questões controversas sobre soberania, defesa, segurança, presença de múltiplos stakeholders e, sobretudo, o desafio de conciliar crescimento econômico, justiça social e prudência ecológica - a quadradura do círculo do desenvolvimento sustentável. A Amazônia passou a ser mais do nunca tencionada pela intensificação dos processos de transnacionalização, que tem sido objeto de várias análises através dos trabalhos de reconhecidos especialistas sobre a região como Arthur Cesar Ferreira Reis, Samuel Benchimol, Aderbal Meira Matos, além das análises de Bertha Becker. Neste diapasão, o livro de Nelson de Figueiredo Ribeiro “A Questão Geopolítica da Amazônia: Da Soberania Difusa a Soberania Restrita”, representa uma notável contribuição à compreensão do lugar da Amazônia no contexto geopolítico regional e mundial, onde se desnudam as fragilidades e oportunidades da Amazônia no atual contexto da globalização. A arquitetura e delineamento desta obra, cobrindo uma extensa e complexa narrativa histórica deste os primórdios da colonização, passando pelas décadas que rompem o isolamento geográfico e aprofundam a integração ao Brasil no embalo do milagre econômico da década de 1970, até os fluxos de redes globais que alcançam a Amazônia na contemporaneidade.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5801/ncn.v16i1.1202

Flag Counter

Print ISSN: 1516-6481 – Eletrônica ISSN: 2179-7536