Cabeçalho da página

O CORPO NA CIDADE: FESTA, MILITÂNCIA E OS CAMINHOS DAS POLÍTICAS LGBTS EM MATO GROSSO E NO BRASIL

Marcos Aurelio da Silva

Resumo

Partindo da dicotomia entre festa e militância que recai sobre as paradas da diversidade ou do orgulho LGBT, realizadas tanto nas grandes metrópoles quanto nos interiores, este artigo pretende desafiar esta lógica e mostrar as possibilidades políticas desse tipo de evento. Apesar de não indicarem o fim da violência ou a conquista de algum direito em lei, as paradas afirmam uma existência, marcam uma presença na superfície urbana, uma política que é a de colocar o corpo na rua, mas não um corpo único e desejável, mas corpos possíveis que ao ocuparem esse espaço público desafiam a heteronormatividade que havia lhes dado o armário
como única possibilidade.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/amazonica.v8i1.4729

© Direitos reservados à Amazônica - Revista de Antropologia
This is an open access website under the terms of the Creative Commons Attribution Non-Comercial License.
Designed by: Leonardo Baima
Creative Commons License
Amazônica - Revista de Antropologia da Universidade Federal do Pará é licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-No Derivative Works 3.0 Brasil.
Based on a work at www.periodicos.ufpa.br.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.periodicos.ufpa.br/index.php/amazonica.